O poder da observação

O poder da observação

Se pararmos para pensar, desde criança nós utilizamos a observação, até porque levamos algum tempo para desenvolvermos a capacidade de interação com o meio externo através dos nossos cinco sentidos, as funções mentais e a comunicação verbal de modo satisfatório.


No início da infância, o nível de percepção da consciência individual e interação com as atividades cerebrais se encontram atuante, porém com a necessidade de um aprimoramento gradativo. De acordo com um estudo publicado na revista Science, realizado pelo laboratório de Ciências Cognitivas e Psicolinguistica de Paris, esta percepção está presente a partir dos cinco meses de idade do ser humano.

Na escola filosófica do yoga, a mente é estudada de um modo diferente das ciências ocidentais. No yoga, a mente é dividida em “Buddhi”, sendo o intelecto ou mente superior com a função de obter o senso discriminativo e construir o discernimento; “Ahamkara”, sendo o ego ou o senso de individualidade, a parte em nós que se vê como uma entidade separada de tudo; “Manas”, a mente reativa ou mente inferior, com a função de perceber captar as informações do meio externo sem muita discriminação e tem ligação mais direta com os nossos cinco sentidos; e “Chitta” que é o aspecto mais profundo e íntimo da consciência individual, que armazena as impressões captadas pelos sentidos e forma o baú de memórias pessoais.

Na era em que estamos vivendo, a era da informação, captamos diariamente uma quantidade de informações muito maior do que os nossos ancestrais tinham acesso ou por melhor dizer, somos assediados por infinitas informações com vários canais de interação, seja presencial ou virtual e por varias vias de recepção desde a visual até a sensorial. Cabe a nós construirmos a capacidade de filtrar e lapidar cada vez mais a qualidade e funcionalidade das informações que iremos permitir adentrar em nosso campo mental, as quais irão nos influenciar de diversas formas em nossas escolhas diárias de modo consciente e inconsciente.

A prática da filosofia do yoga nos fornece ferramentas ideais para aperfeiçoar a nossa percepção e isto nos auxilia de modo excelente na capacidade de observar. 

Iniciamos primeiro com a auto-observação, no qual amplia a nossa autopercepção e nossa autoconsciência e por consequência conquistamos o poder de observar com mais clareza o meio externo, nos preparando para realizamos escolhas melhores.

Isto está inerente à natureza humana, segundo a visão dos Vedas, as escrituras antigas da Índia, já somos o Ser completo e ilimitado que buscamos ser. Apenas precisamos alcançar este grau de maturidade emocional e clareza do estado de consciência, os quais obtêm por meio da pratica de yoga, meditação e também com os hábitos de rotina diária segundo a ciência milenar da longevidade, o Ayurveda. Por ser inerente ao ser, este estado de observação, pode acontecer em qualquer lugar do mundo e independe da cultura, raça e gênero.

Ao observarmos a realidade com uma conexão clara de nossa consciência individual, podemos causar impactos mais harmoniosos no meio em que vivemos, seguindo a teoria da fenda dupla da física quântica que comprova que o observador causa impacto na realidade observada. Assim, obtemos uma maior noção sobre a responsabilidade dos nossos atos individuais que constroem uma parte da realidade, está compartilhada com a sociedade.

Como diz o Amit Goswami, podemos utilizar o senso de individualidade, o ego, de forma criativa, tornando nossa vida mais harmoniosa e por consequência influenciando de modo positivo o mundo ao nosso redor.

Pratique o poder da observação!

Namastê, Jê

 


Coluna Jesana Neves Eugênio

Professora de Yoga há 15 anos com formações livres e formação em Docência do Ensino Superior em Yoga. Terapeuta Ayurvédica e Reikiana. Aprofundou os estudos sobre o desenvolvimento humano no curso Ciência do Início da Vida. Aplica estes ensinamentos milenares aliados a visão da Nova Biologia e Física Quântica para casais e gestantes como Doula. Consteladora Sistêmica Familiar no atendimento Individual com bonecos presencial ou online e no atendimento em grupo.

 

Perfil  > Corpo, Mente e Alma

 

Date

02 Março 2020

Tags

Colunistas, Jesana Neves Eugênio

Revista Perfil:

Mais Conceituada do Brasil 


Baixe o nosso aplicativo

 

Entrar em contato

| Revista Perfil - Editorial

| Tapejara/RS

| Praia Brava - Itajaí/SC

| Jardim Paulista - São Paulo/SP

 

Contato:  Revista Perfil     contato@perfilrevista.com.br