"Ter apenas uma ideia não vale absolutamente nada. O que vale é um empreendedor que tenha capacidade de implementar essa ideia".

PERFIL BUSINESS CASE WORLD - VILTON DOS SANTOS

Na vida e nos negócios somos surpreendidos por muitos desafios. Nosso entrevistado nesta edição do “Perfil Business Case World” Vilton dos Santos empresário e atual Presidente do CDL, Câmara de Lojistas de Balneário Camboriú SC, nos fala dos desafios, conquistas e da forma de administrar horizontalmente o modelo de gestão adotado em sua empresa, Purificadores Europa. Vilton também fará parte do quadro de colunistas da Revista Perfil na próxima edição. “Liderança com Alma”


ASCENSÃO E DESTAQUE

No último dia 07 de abril, nossa empresa (Purificadores Europa) completou 30 anos de trabalho.Foi uma trajetória que envolveu muita entrega e aprendizado.
Atribuo essa evolução a um espírito irrequieto e sempre aberto a novas experiências.Nossa gestão sempre foi norteada pela busca de inovação e foi pensando fora da curva e tomando ações fora da caixa que fomos criando um gerenciamento camaleônico.Divido esse nosso trajeto de evolução em 2 períodos:

a)Etapa empírica: presente nos primeiros anos, foi sendo forjada por muitas tentativas, entre erros e acertos, experiências e validações. Dessa forma, fomos montando o "esqueleto" de nosso negócio.

B) Etapa de capacitações e mentorias: em um determinado momento passamos a ter o entendimento que nossa longevidade e crescimento passariam obrigatoriamente pela profissionalização de nossa gestão. E dessa forma fomos conquistando diversos prêmios nacionais e nos tornamos destaques entre os 130 distribuidores Europa do país.


EMPREENDER NOS DIAS ATUAIS

Mesmo antes da pandemia, o mercado já dava sinais de que uma grande mudança estava em curso.Não havia mais espaço para administrações amadoras.Quem teve essa percepção investiu em conhecimento e capacitação.Nós, por exemplo, estamos com uma consultora administrativa e financeira há 15 meses na empresa.
Ela criou processos, redistribuiu tarefas, fez descritivo de funções, criou diversos tipos de balanços e controles financeiros. Dessa forma, nos forneceu ferramentas poderosíssimas para diagnósticos e tomadas de decisões.

ADMINISTRAR NO MODELO HORIZONTAL

A adoção desse modelo revolucionou nosso negócio.Com as informações que passamos a ter através do trabalho da consultoria, tivemos a percepção de que quanto mais horizontal é a gestão, mais efetiva e dinâmica ela se torna.
Dessa forma preparamos pessoas para assumir cargos de comando.Além do cargo de supervisora de telemarketing, que já existia, foram criadas as funções de analista de RH, analista financeiro e gerente de loja.Tudo isso numa empresa com somente 17 colaboradores.
A essas pessoas, que foram devidamente capacitadas, foram delegadas funções de confiança com autonomia de gestão.Essa descentralização trouxe dinamismo e pró-atividade à equipe, diminuindo significativamente a dependência da presença dos sócios na empresa.


O TRABALHO FRENTE À CDL

Algumas coisas nos acontecem de forma natural, simplesmente fluem.Sempre trabalhei com planejamentos de vida, mas em nenhum deles figurou um dia o sonho ou a pretensão de comandar a CDL de Balneário Camboriú.
Tudo aconteceu de forma muito espontânea. Quando me dei conta, havia me tornado o candidato de consenso pra assumir a maior e mais antiga entidade empresarial da cidade. Passei, então, a encarar esse trabalho voluntário como uma verdadeira missão.

Minha posse foi dia 29 de janeiro deste ano, num evento inesquecível.Tudo estava fluindo maravilhosamente bem, com várias ações incríveis sendo implantadas em um tempo curtíssimo.E aí, eis que 1 mês e meio depois surge a pandemia e aborta todos os projetos e planejamentos estabelecidos.

Eu diria que o aprendizado do início da gestão veio através do amor. Já o conhecimento adquirido de 18 de março (início da quarentena) pra cá veio também pela dor.Tem sido um trabalho exaustivo e gratificante ao mesmo tempo.
A chegada do coronavírus causou uma ruptura que trouxe consigo grande ressignificação à entidade. Felizmente, havia assimilado essa função como uma missão de vida que o universo colocou em meu caminho.

INOVAÇÃO E HUMANIZAÇÃO - A INSERÇÃO NO DIA A DIA

Ainda em dezembro de 2019, escolhi as bandeiras de minha gestão: INOVAÇÃO E HUMANIZAÇÃO.Talvez tenha sido um presságio do que estava por vir. Essas duas palavras não poderiam estar mais presentes nesses tempos de pandemia.
Todos os protocolos de relações humanas sofrerão mudanças.Os negócios terão que passar, obrigatoriamente, por grandes processos de INOVAÇÃO. Por outro lado, nunca se falou tanto em HUMANIZAÇÃO.Acolhimento, carinho, atenção, personalização, respeito e atenção passaram a formar a essência de qualquer negócio, novo ou antigo.
O olhar para o cliente mudou, mas a percepção do consumidor também foi bastante alterada.Relações, a partir de agora, terão que ter sentido, propósito e significado.

QUAL SEU PROPÓSITO E MISSÃO DE VIDA?

Acredito que propósitos sejam mensuráveis. Podem ser estabelecidos no percurso de nossas jornadas.São criados pelas metas e objetivos que traçamos como sonhos.
Já uma missão de vida é algo bem mais abrangente e possui um significado mais intenso. É algo que, normalmente, a pessoa não escolhe e sim é escolhida para assumir.
Tenho 56 anos e é a primeira vez que pratico voluntariado.E posso dizer que essa missão está verdadeiramente dando um novo sentido à minha história.Quero ser lembrado muito mais pelas pontes que construí e pelas pessoas que inspirei do que pelas conquistas pessoais ou materiais que tive no roteiro de minha existência. 

OLHO

“Quero ser lembrado muito mais pelas pontes que construí e pelas pessoas que inspirei do que pelas conquistas pessoais ou materiais que tive no roteiro de minha existência.”

 

 

 

Fotos: Divulgação

Revista Perfil:

Mais Conceituada do Brasil 


Baixe o nosso aplicativo

 

Entrar em contato

| Revista Perfil - Editorial

| Tapejara/RS

| Praia Brava - Itajaí/SC

| Jardim Paulista - São Paulo/SP

 

Contato:  Revista Perfil     contato@perfilrevista.com.br