Perfil Cases

Entrevista com Clau Felippe 

Em entrevista exclusiva a Revista Perfil, Cláudia Felippe relembra sua trajetória na televisão, o trabalho como apresentadora, além de detalhar seu relacionamento com marcas, networking e parcerias.

"Tenho por ideologia, levar a vida com sorriso no rosto e bom humor, um espanta os medos, o outro alivia os fardos e juntos levam à abundância e prosperidade."

Como iniciou sua carreira na área da comunicação? 
Iniciei em 2012, na TV Floripa, Canal 20 da NET Florianópolis, a convite do proprietário da emissora, Alexandre Ávila, após participação em um Programa da grade, no qual estive produzindo e apresentando o Programa Clau Spa por cinco anos até 2016, em cinco horários diários, totalizando trinta e cinco exibições semanais, entre inédito e reprises.

O Programa levava o nome do SPA que eu tinha, o Clau Spa, no qual entrevistava os médicos, odontólogos, fisioterapeutas, educadores físicos, e demais profissionais do mesmo. Minha formação nunca foi em jornalismo ou comunicação, mas como sou formada educadora física, pós-graduada em Nutrição e Atividade Física, tratar temas relacionados à saúde  sempre foi de fácil assimilação e desenvolvimento. Geminiana com ascendente em Gêmeos, a comunicação é uma característica muito forte aflorada em mim, o que contribuiu para com o tempo o Programa ir se consolidando e na trajetória migrar para novas abordagens. 

O seu Programa "Na Ativa",  o que ele aborda e onde é veiculado? 
Inicialmente o antigo Programa tratava temas relacionados à saúde, com slogan "O Bem Estar e Estar Bem da Mente e do Corpo".

Até por ter a ver com minha essência de equilíbrio e bem viver. Em 2019, ao lançarmos o NA ATIVA, nome originário de um trocadilho com referência a eu ser considerada "nativa" na Ilha e estar sempre "na ativa", em constante atividade e movimento.

Já nem existia mais o Clau Spa, afinal, mudança é também uma característica geminiana. Além de temas da versão original, relacionados à saúde e qualidade de vida, no formato atual, ampliamos as abordagens, tornando-o um Programa de variedades e entretenimento, incluindo quadros como, "Diário de Obra" que traz projetos e execuções desde a planta à decoração, envolvendo engenheiros, arquitetos, designers. O "Momento Gastronômico" no qual gravamos com chefes pratos e dicas culinárias e com enólogos a harmonização dos mesmos. O "Transformação" com antes e depois, por  odontólogos, visagistas, plásticos, cabeleireiros.

O "Tendência" trazendo tendências do mundo da moda e inovações de outros setores. O "Agendando",  que é uma agenda social e cultural, em que o público se inteira de tudo que está rolando na cidade e região. Com parceiros como a C5 Produções, que estão conosco desde a versão 2012, cobrimos eventos e espetáculos teatrais, musicais e Stand Up. Nesses gravamos o "Papo de Camarim" com os artistas e o "Aconteceu" entrevistando o público presente. E nossos telespectadores ganham bônus de desconto nos eventos.

Temos quadros, como o "Roteiro de Viagem" em que traçamos roteiros completos ao público, indicando de hospedagem, enogastronomia local, pontos turísticos até as compras, serviços e atrações regionais. O "Fica a Dica" com temas e dicas de profissionais dos mais diversificados segmentos. O "Informativo Jurídico" trazendo direitos e deveres dos cidadãos. O "Negócios Na Ativa" no qual empreendedores falam de seus negócios, desde os pequenos, comercializados em casa, aos de empresas renomadas. O "Galeria de Destaques" que coloca em evidência personalidades, marcas e suas trajetórias.  

Entre outros quadros que atendem os vários setores e interesses do público. 
Hoje estamos em quatro emissoras. O Na Ativa é veiculado todos os dias as 12:30h e nas manhãs de sábado as 9:00h na TV Floripa, Canal 4 da NET Florianópolis e desde o início deste ano, migramos a Balneário Camboriú, Itapema, Itajaí e região, além de estarmos em TV Aberta pela Rede Cultura, Canal 11. TVC Panorama Canal 6 NET/Claro, CCS Canal 15, CCS Digital 43.3. E também pelo Canal NaAtivaComClauFelippe no YouTube. 

Qual importância você dá à expansão para canal aberto pela Tv Cultura? 
Nenhum sonho é tão palpável quanto o que surge na ausência de sua expectativa, trazendo perspectivas!  Na infância, quando assistia "VILA SÉSAMO" pela REDE CULTURA, ou quando minhas filhas assistiam ao "CASTELO RA-TIM-BUM", por essa mesma emissora, eu jamais podia prever que me tornaria uma apresentadora de TV, quanto mais na TV CULTURA! A emissora que preza pela qualidade na sua programação, apontada e condecorada com prêmio, como segunda melhor programação no mundo e primeira do Brasil, pela BBC/Populus Inglesa.

E está em plena ascensão, transmitindo corridas de FÓRMULA 1, além de adquirir direitos nos jogos de vôlei e outros esportes. Migramos a uma emissora que tem e faz história. Foi na Cultura que o Brasil começou a assistir a Copa do Mundo e o futebol de outra forma, foi a Cultura que implantou no esporte a tecnologia do "slow-motion", ou a famosa "câmera lenta". E é nela que estamos  prezando e dando continuidade na qualidade de programação desde o início deste ano. O sentimento se resume a gratidão. Por fazer parte agora dessa história na TV em que, "quem quer cultura, assiste a TV CULTURA!".

Como você vê o impacto da era digital no mundo da televisão?
De forma positiva. A era digital é uma realidade e a TV teve que se adequar a ela. Com os avanços tecnológicos a qualidade de imagem, som e transmissão, evoluiu muito nas emissoras. A transição do analógico para o digital veio a contribuir com a amplitude e alcance do sinal, e a internet leva os Programas ao público que não o alcança em suas regiões. Quanto ao formato televisivo, a programação da TV é muito diferente do formato digital dos internautas. A Televisão tem um público muito específico.

Assim como no caso das revistas e jornais impressos - nos quais ainda há um nicho que é resistência e quer ler algo físico, que possam pegar, tocar e folhear - o público telespectador também, na maioria, é um público maduro, na faixa etária dos quarenta anos em diante, que cresceu em frente à TV, assistindo, compartilhando e interagindo junto aos familiares. E, diga-se de passagem, é um público que tem a vida financeira consolidada e, portanto, tem poder de compra, o que muito interessa aos patrocinadores. E parte dele ainda encontra dificuldade em acessar um link ou conteúdo digital. Em suma, há público para todos, e o nosso é diferenciado. 

Qual é o papel da imprensa nos dias de hoje? 
Hoje e sempre, o compromisso com o respeito à informação deve ser primordial. A tomada de consciência da responsabilidade que é adentrar a casa das pessoas, que literalmente sintonizam em nós, nos convidando a compartilhar momentos com elas em seus lares, suas empresas, confiando nossa palavra a si e seus familiares, nos tendo por referência, incute um bom senso, que nos leva a fazer a diferença diante ao senso comum, no qual impera o fascínio por notícias ruins, polêmicas, negativas. As pessoas estão carentes de vida, de positividade, de alegria, sorrisos fáceis, de boas energias, nobres inspirações, leveza e alto astral.

Tenho por ideologia, levar a vida com sorriso no rosto e bom humor, um espanta os medos, o outro alivia os fardos e juntos levam à abundância e prosperidade. Enquanto comunicadora, formadora de opinião, procuro levar amor em forma de sorriso às casas das pessoas. Lidamos todos os dias com as expectativas de nossos telespectadores, devemos ao menos tentar transformá-las em perspectivas reais! 

 

 


Fotos: Igor Machado

@claunaativa 
@programanaativa 
Canal NaAtivaComClauFelippe 
TV FLORIPA Canal 4/ TV CULTURA Canal 11/ TVC PANORAMA Canal 6/ 
CCS Canal 15 / CCS Digital - 43.3

Revista Perfil:

Mais Conceituada do Brasil 


Baixe o nosso aplicativo

 

Entrar em contato

| Revista Perfil - Editorial

| Tapejara/RS

| Praia Brava - Itajaí/SC

| Jardim Paulista - São Paulo/SP

 

Contato:  Revista Perfil     contato@perfilrevista.com.br