ptendees

Revista Perfil | Capas

Rejuvenescimento com respeito à individualidade do paciente

Rejuvenescimento com respeito à individualidade do paciente

Harmonização Facial é um conjunto de procedimentos estéticos que combinados melhoram a harmonia do rosto. Equilibra os traços e trata o envelhecimento facial, caracterizado pela perda da elasticidade da pele, queda dos tecidos, músculos e gordura.

A principal queixa dos pacientes que buscam tratamentos faciais são as quedas das gorduras que dão à face o aspecto de “derretimento" que são chamados das sete quedas centrípetas da face. Essas quedas isoladas ou em suas diversas combinações determinam a aparência e a idade de uma pessoa.

A expectativa do paciente em resolver os “pesos” que influenciam na beleza e harmonia da face é muito alta. Por muito tempo, os tratamentos mais indicados para melhorar as quedas da face foram as cirurgias plásticas.

O entendimento sobre o processo de envelhecimento, o estudo aprofundado da anatomia da face e a evolução dos materiais que podem ser utilizados para gerenciar as modificações teciduais observadas trouxeram a possibilidade de tratamentos minimamente invasivos, com resultados que atendem a expectativa do paciente.

Hoje, a harmonização facial não é algo distante na vida das pessoas, o avanço da tecnologia, dos estudos e procedimentos, faz com que possamos entregar protocolos únicos, respeitando a anatomia e as características individuais de cada paciente.

Gosto muito da técnica MIPPS, desenvolvida pelo médico cirurgião plástico e anatomista, Dr. Alex de Souza, residente nos Estados Unidos. É uma técnica que visa elevar os tecidos da face proporcionando um lifting. Com o passar dos anos temos quedas na face que fazem com que nossa pálpebra, malar, canto da boca, jowls, e nariz fiquem cada vez mais evidentes, dando um aspecto de cansaço facial e envelhecimento. O Dr. Alex de Souza desenvolveu uma técnica de MiniLifting Facial sem cortes, ou seja, não invasivo, sem necessidade de internação, essa técnica é realizada na região lateral do rosto, na área do músculo temporal, no qual fazemos um levante na face.



Quando envelhecemos, as estruturas da face sofrem o efeito da gravidade. O procedimento não invasivo faz uma reposição tecidual, fazendo com que o tecido que sofreu ptoseseja reposicionado no lugar de origem. Também utilizamos em pontos específicos o PIP que preenche e da volume em pontos estratégicos do rosto, utilizando o mínimo de material possível para isso. O procedimento traz assim um resultado satisfatório e rápido ao paciente. Ele promove um rejuvenescimento bonito, natural e respeitando a anatomia conseguimos individualizar cada caso.

A técnica já está sendo aplicada há 12 anos, mas apenas agora começou a se difundir no Brasil.

Além da inovação, destacamos sempre a importância de garantir segurança ao paciente. Todo o cuidado é pouco na hora de decidir fazer um procedimento estético na face, afinal alguns resultados podem não sair como o esperado. A escolha por um bom profissional vai fazer a diferença na satisfação do cliente.
Como já disse o filósofo e escritor Roger Scruton, “a beleza é importante”, e buscá-la não é vaidade, mas uma forma de melhorar a autoestima.

Nos siga nas redes sociais para acompanhar nossos casos: @alanacechetti

 


 

Alana Cechetti
Cirurgiã Dentista,
Harmonizadora Facial com técnicas básicas e avançada.
Residente em Harmonização Facial em Harvard - EUA.

Date

26 Julho 2022

Tags

Alana Cechetti, Colunistas

Revista Perfil:

Mais Conceituada do Brasil 


Baixe o nosso aplicativo

 

Entrar em contato

| Revista Perfil - Editorial

| Tapejara/RS

| Praia Brava - Itajaí/SC

| Jardim Paulista - São Paulo/SP

 

Contato:  Revista Perfil     contato@perfilrevista.com.br