Blog Perfil

História da Etiqueta

A palavra etiqueta, ao ser falada, remete, ainda nos tempos de hoje, a um certo preconceito e até esnobismo.

Entende-se que a etiqueta é composta por regras de comportamento, que é fundamental para o bom convívio social e profissional.

ETIQUETA - Do Francês - ÉTIQUETTE

ORIGEM DAS BOAS MANEIRAS
Em, mais ou menos, 1530 foi escrito o primeiro manual de comportamento, pelo filósofo "Erasmo Rotterdam" (Holandês), ele foi considerado o homem mais erudito da sua época. Publicou A Civilidade Pueril (Civ. dos costumes das crianças). Erasmo buscava orientar a formação infantil em relação as vestimentas, gestos, expressões, boas maneiras e comportamento à mesa. Antes de Erasmo já se falava em normas comportamentais, isso foi em 2400 e 2500 a.c. por "Confúcio" um filósofo Chinês que costumava dar palestras em praça pública sobre boa educação, mas infelizmente Confúcio não deixou nenhuma obra escrita a respeito do assunto. A história conta que teve um egípcio que escrevia em folhas de papiros sobre normas de comportamento para o seu filho. Esse registro se encontra no museu (Louvre). Os ensinamentos de etiqueta eram falados em versos e prosas.

QUANDO A ETIQUETA SE EXPANDIU?
Luís XIV de França Rei do Sol, ele foi apogeu das regras de etiqueta, engana-se quem acha que tudo começou com ele. Luís XIV padronizou os costumes à mesa e criou grupos sociais. Nos banquetes oferecidos faustuosos eram distribuídas etiquetas aos convidados que chegavam ao Palácio contendo instruções de como o convidado deveria sentar e se portar nos lugares à mesa.

● A CHEGADA DA ETIQUETA AO BRASIL
Por volta de 1808 com a vinda da família real portuguesa, que trouxeram o manual de Roquette (Códigos Bom Tom) iniciou-se no Brasil a difusão da etiqueta, separando a nobreza das plebes.

● CONCLUSÃO
Entender "Etiqueta " é como se fosse um estudo de um corpo, precisamos entender a origem de cada item, baseado nesse estudo que nos leva a criar entendimento daquilo que faz sentido para nossa vida. O entendimento nos ensina a respeitar as diferentes culturas e costumes que existem no mundo. Não podemos viver 24 horas na formalidade, mas sim fazer do uso das regras nos momentos sociais. As boas maneiras, essas sim, podem fazer parte do nosso convívio diário.
Vivemos em um mundo contemporâneo e precisamos nos unir e mostrar que a etiqueta é para todos, independentemente de raça, idade e classe social.

A VIDA É UM ESTUDO
ESTUDAR É VIDA
"ERASMO ROTTERDAM"

 

 
Luciane Saldanha
Consultora de etiqueta social e comportamento à mesa.

 

Blog & Cases

06 Outubro 2021
02 Julho 2021
29 Abril 2021

Revista Perfil:

Mais Conceituada do Brasil 


Baixe o nosso aplicativo

 

Entrar em contato

| Revista Perfil - Editorial

| Tapejara/RS

| Praia Brava - Itajaí/SC

| Jardim Paulista - São Paulo/SP

 

Contato:  Revista Perfil     contato@perfilrevista.com.br