Blog Perfil

Maturidade na construção da reputação

O Sindag lançou em agosto a Rede Brasil Institucional Aeroagrícola. A iniciativa tem como foco reunir o maior número possível de organizações ligadas direta ou indiretamente à atividade.

Para daí promover a importância da ferramenta aérea na eficiência e na sustentabilidade ambiental da produção agrícola. O lançamento ocorreu no dia 19, festejando a data nacional do setor e os 73 anos da aviação agrícola no Brasil. E, como pedem esses tempos de pandemia, tudo em uma solenidade via web.



Mesmo assim, foi uma cerimônia com virtual cheia, tendo representantes do Ministério da Agricultura, dirigentes aeroagrícolas e nomes das principais entidades ligadas aos vários setores do agro brasileiro. E, de cara, já firmaram parceria organizações de peso como o Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (Sindiveg), União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), Syngenta, a fabricante norte-americana de aviões agrícolas Air Tractor e a Mossmann Assessoria e Consultoria. Também se inscreveram na Rede Brasil, em seu nascedouro, a Universidade Federal de São Carlos (Ufscar), em São Paulo, além da Universidade de Cruz Alta e Faculdade Imed, do Rio Grande do Sul.

O objetivo da ideia é gerar um esforço conjunto de instituições parceiras por ações que mostrem a segurança e a importância da aviação no campo brasileiro. Ou seja, o somatório de vozes de parceiros que conhecem o papel fundamental do setor aeroagrícola no campo e, daí, na vida de cada um – desde a comida na mesa até o algodão de suas roupas e o biocombustível de seus veículos, para citar o mínimo.

Resumidamente, o Termo de Cooperação da Rede Brasil Institucional Aeroagrícola prevê desde campanhas para promover o setor e projetos de incentivo à atividade aeroagrícola até formação grupos de trabalho para solução de desafios do mercado. Ou seja, queremos que mais produtores rurais percebam as vantagens de contar com o trato aéreo de suas lavouras, mas também entendam as obrigações legais da ferramenta e o quanto o foco em boas práticas é vantajoso para todos.
Trata-se de um passo a mais no Planejamento Estratégico construído em 2016 pelo Sindag, onde já estava claro que não adianta trabalhar a imagem da aviação agrícola sem arrumar a base. Ao mesmo tempo em que precisávamos desmistificar o setor junto à sociedade, já percebíamos mudanças de mercado que exigiriam maior foco dos empresários na gestão.

Assim a Rede Brasil Institucional é também uma mostra de maturidade do setor agrícola na construção de uma reputação que faça jus ao seu papel na vida dos brasileiros. Justamente a partir da iniciativa de um dos segmentos mais proativos em buscar comunicação com a sociedade e entendimento com instituições reguladoras, autoridades e todos os públicos – inclusive os hostis (que o são quase sempre por falta de informação).

Por trás de tudo isso, a velha máxima (sempre atual) de que ou você ocupa seu lugar na comunicação ou alguém ocupa. Ou seja, é precioso ser proativo para construir uma boa reputação para que não seja o estereótipo a lhe servir de cartão de visitas. Sempre lembrando que reputação exige comprometimento com boas práticas, com transparência e, principalmente, com as pessoas.

 


Por Gabriel Colle

Blog & Cases

02 Julho 2021
29 Abril 2021
25 Fevereiro 2021
25 Fevereiro 2021
16 Dezembro 2020
16 Dezembro 2020

Revista Perfil:

Mais Conceituada do Brasil 


Baixe o nosso aplicativo

 

Entrar em contato

| Revista Perfil - Editorial

| Tapejara/RS

| Praia Brava - Itajaí/SC

| Jardim Paulista - São Paulo/SP

 

Contato:  Revista Perfil     contato@perfilrevista.com.br