Blog

Você é a média das cinco pessoas com quem mais convive

Provavelmente você já deve ter ouvido esta frase proferida pelo empreendedor Jim Rohn. “Você é a média das cinco pessoas com quem mais convive”.

Conheci uma senhora que educou seus filhos a duras penas, pagou a melhor escola que conseguiu e incentivava as crianças a se tornarem amigos dos melhores alunos da classe, os mais destacados. Ela acreditava que essa convivência iria influenciar positivamente seus filhos.


Existem pessoas que se aproximam dos mais letrados para absorver um pouco da cultura,  para aprender por osmose, respirando a atmosfera das galerias de arte, museus e teatros.
Quantas de nós gostaria de ter a chance de caminhar ao lado de mulheres líderes que transformaram a nossa história? Imaginem quanto aprendizado teríamos convivendo com pessoas icônicas como a Madame Curie, a Zaha Hadid, a Lina Bo Bardi?
Na teoria é fácil entender que oportunidades como estas são importantes, mas na prática observo um medo infundado de desaparecer ao lado de alguém brilhante.
É preciso muito desprendimento, humildade e confiança em si mesma para deixar o ego de lado e aprender.

Qual sua atitude ao conhecer alguém que trabalha no mesmo setor que você e está num patamar acima do seu? A empresa dela é melhor do que a sua? O faturamento dela é gigantesco perto do seu? Bateu um complexo de inferioridade ou a vontade de entregar seu cartão e se apresentar?

Criamos barreiras imaginárias que impedem nosso crescimento. Imaginamos que admitir nossas dúvidas ou pontos fracos vai dar brecha para que alguém puxe o seu tapete e tome o seu lugar.
A construção dessas barreiras começa na nossa mente, quando deixamos o medo, a insegurança, a baixa autoestima dominarem os pensamentos. Quando nos colocamos no papel de  vítima ao invés de admitirmos ser a única  responsável por tudo o que acontece na nossa vida, construímos barreiras quando julgamos os outros, quando deixamos que nos julguem,  quando nos importamos  com o que os outros estão pensando, quando acreditamos  se dizem que não vai dar certo, quando damos ouvidos aos que nos chamam de incapazes ou sonhadoras.

Construímos muros imaginários quando nos sentimos pequenas e indefesas, solitárias e fracas, quando não temos coragem para denunciar relacionamentos abusivos, violência ou assédio, quando ficamos covardes diante do inimigo.
A verdade é que todas nós já passamos por dificuldades, perdas e incertezas. As mulheres super poderosas existem nos quadrinhos animados, na vida normal elas tem TPM, choram, erram muito e consertam, pedem desculpas, erram novamente, caem e desabam, sacodem a poeira e levantam novamente.

Então, quando conhecer alguém que admira, não tenha medo de caminhar junto, ficar na sombra, criar uma parceria. Afinal, o sol nasce para todas e o mundo tem espaço para todas nós, cada uma do seu jeito, com uma identidade diferente.
 As barreiras podem ser físicas, de idiomas,  ideológicas ou de crenças, transponha os limites das fronteiras, aprenda novos idiomas, abrace novas causas, olhe com o coração e a alma, liberte-se de preconceitos. 
Suba num trator e passe por cima das barreiras que você mesma criou e daquelas que você deixou que outros criassem.

Continua com medo de se expor, de conhecer outras pessoas e se tornar amiga? Escolheu caminhar sozinha para chegar mais rápido? Tem vergonha de pedir ajuda?
Juntas somos mais fortes é uma constatação: quebrar um graveto é muito fácil, agora tente quebrar um feixe de gravetos...  

Faço parte de um grupo de mulheres onde  exercemos o respeito, a empatia, a admiração mútua, trocamos experiências e aprendizados, nos apoiamos e também dividimos sonhos que são realizados com a ajuda de todas.
Deve ser por isso que nosso lema é "Sozinhas invisíveis, juntas invencíveis!", destruímos barreiras para construir pontes.

Junte-se a nós!

Revista Perfil:

Mais Conceituada do Brasil 


Baixe o nosso aplicativo

 

Entrar em contato

| Revista Perfil - Editorial

| Tapejara/RS

| Praia Brava - Itajaí/SC

| Jardim Paulista - São Paulo/SP

 

Contato:  Revista Perfil     contato@perfilrevista.com.br